sábado, 4 de junho de 2011

Quanto devo cobrar pelo meu serviço?

Por Estilo Fácil


Pronto, agora você já é um profissional no seu ramo de atuação e pode começar a cobrar pelos seus serviços, sejam eles de TI, ou qualquer outra área. Agora vem uma dúvida muito comum, principalmente na área de TI, coisa que sei bem porque vivi isso e ainda convivo com muita gente com esse mesmo dilema, quanto cobrar pelos meus serviços?

Não há receita de bolo pra isso, mas uma coisa é certa, existem dicas que podem te ajudar a ter uma idéia melhor de como fazer um orçamento, de como começar cobrar pelos seus serviços.
1 – Analise seus gastos
Essa dica parece bem óbvia, mas acreditem, muita gente dá um orçamento sem pensar primeiro no gasto que vai ter. Tudo bem que as vezes você vai trabalhar em casa, com os seus recursos (talvez apenas seu computador), mas estará gastando sua energia, seu tempo, seu hardware, sua conexão. Tudo isso deve ser levado em conta. Pode ter certeza que uma empresa séria leva tudo isso em conta antes de dar um orçamento.
2 – Tenha um salário
Quer trabalhar por conta própria, ganhar dinheiro mas sem pensar em ter salário? Meio contraditório não? Bom, após ter analisado os gastos, defina um valor que você queira ganhar por hora. Valorize o seu trabalho, afinal mais importante do que os recursos que irá gastar para completar a tarefa, é o seu conhecimento em como completar a tarefa.
3 – Analise o mercado
Se ainda tiver dúvidas em como cobrar um projeto, analise o mercado, descubra qanto as empresas sérias cobram para fazer o mesmo serviço. Pesquisa por outros freelancers, quanto eles estão cobrando e tente não cobrar abaixo disso, pois senão estará prostituindo o mercado.

Problemas em cobrar barato demais

Um orçamento baixo demais acarreta mais problemas do que um orçamento caro demais. Eis alguns problemas que poderá encontrar caso dê um orçamento muito barato:
  1. Não conseguirá cobrar caro depois: Se você começar cobrando 100 reais num tipo de serviço, quando estiver craque e confiante naquilo que faz, pronto para cobrar 5 ou 6 vezes esse valor, você não irá conseguir, pois já será conhecido como “o cara dos 100 reais”.
  2. Empresas sérias não pagam pouco: Se alguma empresa como a petrobras precisa de um serviço que você consegue fazer, e o seu orçamento fica muito abaixo dos concorrentes, a empresa irá desconfiar que você é uma pessoa insegura e pode não dar conta do trabalho, portanto irá te classificar como incapaz. Além de não te contratar, não irá te recomendar.
  3. Prostituição do mercado: Cobrando pouco seus clientes irão pensar que o valor do serviço é realmente aquele valor mínimo que você está cobrando, e irão espalhar que o serviço não vale o quanto as empresas e desenvolvedores sérios estão cobrando, e sim quanto você cobra. Um erro, pois dessa forma não será apenas você que será afetado, mas sim toda a comunidade que presta os mesmos serviços que você.

Seja confiante

Uma das regras primordias do empreendedorismo é: acredite em seu produto. Se você acha que seu produto vale 100 reais, o seu cliente irá pensar que vale isso, e não ficará disposto a pagar e nem a valorizar seu serviço mais do que isso. Você deve ser o primeiro a valorizar o que faz. Não se preocupe caso não consiga vender seu serviço por cobrar caro, pois é melhor perder um cliente disposto a pagar 100 reais do que mais pra frente ser recusado por um cliente que está disposto a pagar 5 mil reais.

Um comentário:

  1. Olá muito bom seu blog ja estou seguindo. abraços
    http://blogandodemadrugada.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...